Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008

Há coments que dão posts

Viva!

 

Tenho tido uns comentários que davam posts. Por exemplo, este da Maggie, candidato à definição justa do que são Dados Pessoais (o prémio, para já, é um grande abraço cá do rapaz):

 

Espero conseguir dar uma boa definição do que são "DADOS PESSOAIS". Dados pessoais são informações pessoais que só tu podes saber e que não é bom dar a conhecer a outras pessoas . . .
Porquê ?
Porque podem ser pessoas que não conheces e que podem querer fazer-te MAL.
Se elas souberem dados pessoais como "passwords" e mails teus, podem logo entrar na tua conta ( por exemplo conta do Hi5, etc.) e conseguem saber todos os teus dados pessoais. Não dados pessoais simples de pouca importância mas dados pessoais importantes como MORADA, TELEFONE e muito mais.
Portanto acho que já todos percebemos que não é uma boa coisa dar os nossos dados pessoais . . .
IMPORTANTE: Mesmo aqueles amigos que já conheces pelo Hi5 e assim podem-te fazer coisas destas.

 

E outro de MGP, para a minha Avó Lulu

 

Uma cookie não passa de um pequeno ficheiro, guardado no nosso computador, onde as páginas que visitamos guardam pequenas informações para mais tarde serem reutilizadas quando lá voltarmos. Tendo um tempo de vida definido (algumas duram umas horas ou dias, outras ficam para sempre), são usadas, por exemplo, nos carrinhos de compras, logins automáticos , etc.

Coragem para todos aqueles que tentam explicar aos avós como mexer num computador! P

 

Hoje sinto-me: acompanhado
bandeirinhas: ,
Dadus às 23:45
| Queres comentar?
20 comentários:
De Santos a 29 de Janeiro de 2008 às 10:01
Os cookies informáticos, quando dei por eles a partir do Windows 95, sempre me fascinaram devido aos mitos que surgiram à sua volta. São informação gravada nos nossos computadores pelos servidores dos sites que visitamos. Havia duas opiniões sobre eles: uma dizia que eram totalmente inofensivos, outros garantiam que podiam destruir dados no computador, e descobrir todos os nossos segredos. A verdade é que nem são diabinhos nem completos anjinhos, apesar de serem texto e não código de programação.
Faz-me lembrar que há um par de anos dizia-se que era seguro abrir ficheiros de imagens vindos em Emails, até que se descobriu que é possível embeber código, no descritor da imagem e na própria imagem (um ficheiro de uma imagem além do código da imagem propriamente dita, a ”fotografia”, tem outras informações), que pode complementar o código de programas maliciosos, enviados separadamente. O mesmo se passa com cookies: por si só não causam problemas, embora escrevam e enviem informação não crítica sem nos apercebermos de tal, invadindo a nossa privacidade. Esta informação é trocada entre os servidores do internauta e do site visitado e pode conter dados sobre sites visitados, quantas vezes foram visitados, o I.P, etc. Associados a outros códigos enviados pelos sites, de que não nos apercebemos que existem, podem comportar-se mal, mas tal é raro.
Podemos configurar os browsers para aceitar ou não cookies, ou avisar-nos da sua presença, mas se o fizermos, compras “on line” podem ficar bloqueadas, alguns programas freeware não trabalham, ou é negado acesso aos sites. Se os cookies fossem “um verbo de encher” ... para que os criariam?
Vários fornecedores de Internet enviam cookies. O servidor do dadus.blogs.sapo.pt, coloca no nosso computador quatro cookies inofensivos ( _utmg; _utmb; _utmc; _utma), mais um que vem do www.marktest.pt (AFFICHWW_W).
Programas para detectar “spyware”, etc, também detectam cookies como o DoubleClick, criado por uma organização do mesmo nome e que a Google recentemente comprou por 3.1 biliões de dólares, catalogado como um “tracking cookie” ou “cookie de rastreio, ou rasteio”. Se a Google pagou aquela quantia é porque os cookies são bolinhos valiosos, neste caso ligados à indústria de publicidade.
Há uns anos fiz esta experiência: Estendi a linha de telefone de um vizinho até a minha casa e lado a lado pusemos dois computadores, um em cada linha. Usámos um programa especial para limpar completamente tudo que tinha a ver com sites visitados na Internet . Visitamos um site que sabíamos que usava cookies de rastreio. Depois visitámos outros sites seleccionados que davam (aparentemente) um panorama das nossas preferências. De vez em quando voltávamos simultaneamente ao tal site e verificámos que em certas alturas a publicidade que aparecia nos dois monitores, na mesma página, não era a mesma, e ocasionalmente aparecia uma janela convidando a visitar um outro site.
Conselho: Ao saírem da Internet apaguem todos os cookies (No Internet Explorer ir ao menu “Ferramentas” depois às “Opções da Internet” depois ao “Geral” depois ao “Eliminar” e por fim “Eliminar cookies, especialmente se acederam a um computador num lugar público como numa biblioteca, num “Cyber-Café”, etc.
Também aconselho o uso do Spybot, ou equivalente, e o uso de um antivírus como o AVG, que podem ser descarregados gratuitamente da Net.
Agora, como estou com fome, vou a uma pastelaria comer um cookie, um croissant e uns petit-fours, até porque há lá uma empregada que é mesmo uma “cookie”. Cumprimentos à avózinha.


De Dadus a 29 de Janeiro de 2008 às 17:48
sem palavras


De Napoleao a 12 de Maio de 2008 às 11:40
O hi5 mudou, e agora quero eliminar a minha conta hi5 e não consigo. Já consultei todos os foruns e nao me dizem nada. PFF ajudem.me


De rui a 30 de Janeiro de 2008 às 09:13
obrigado por nos mostrarem o que e um cookei agora que já sei fico feliz


De Sem nick a 30 de Janeiro de 2008 às 09:14
isso e díficil explicar a uma avô como mexer num computador!


De anonimo a 30 de Janeiro de 2008 às 09:22
Os coockies informaticos nao é a mesma coisa que coockies de bolachas por isso tenham cuidado para nao serem enganados.


De karla a 30 de Janeiro de 2008 às 09:23
Pois realmente é muito dificil dizer aos nossos avós o que é um cookie!!!


De João a 3 de Fevereiro de 2008 às 19:21
É, e não é. A malta jovem tem muita facilidade em mexer nos computadores e ALGUMAS pessoas idosas podem ter dificuldades. Mas já vi "velhinhos" que andam a 100 à hora nos computadores e têm uma grande bagagem informática. Se tivermos de explicar o que é um cookie a um pessoa pouco versada nessas coisas, é dizer (mentindo um nadita?) que é uma pequena informação gravada no nosso computador pelos sites visitados que, em princípio, só identificam vagamente o nosso computador a fim de eles se adaptarem melhor às nossas necessidades (não dão o nosso nome, ou coisa parecida).
Espero que a avózinha, se sabe inglês, não pergunte agora o que é um bug informático!


De Dadus a 3 de Fevereiro de 2008 às 20:19
tens toda a razão, João. a minha avó Lulu, às vezes, espanta-me! Bom carnaval (molhado ;))


De lucia a 30 de Janeiro de 2008 às 09:26
carrinho de compras??!
isso tava-se a referir as bolachas?!


De João a 3 de Fevereiro de 2008 às 19:05
Não me importava nada ter dinheiro para comprar um carrinho cheio de bolachas. Muitos dos sites que vendem on line têm (geralmente com uma imagem sugestiva) o que eles chamam um carrinho (ou carro, ou cesto) virtual onde vão pondo o que encomendamos.


De Isaah a 30 de Janeiro de 2008 às 09:26
Exelent!


De Biatriz a 30 de Janeiro de 2008 às 10:17
Estes blogs hoje em dia são a informação mais facil de aderir que nos ajuda a não cometer erros graves nos nossos computadores.Obrigada por nos ajudarem a ter mais segurança nas nossas vidas *


De Luana a 30 de Janeiro de 2008 às 10:27
Acerca dos hi5,acho que não tem muita segurança porque hoje em dia qualquer pessoa que seja muito entendida em computadores pode entar nos nossos hi5 e destrui-los...por isso que deviam ter mais segurança para que as pessoas não conseguissem ter acesso..
Eu tenho uma amiga minha que teve esse problema entraram no hi5 dela e destruiram-no..e ela agora teve de fazer um hi5 novo...que por um lado é muito mau.
Obrigado por nos avisarem,terei mais cuidado com os meus dados pessoais..


De Iris a 30 de Janeiro de 2008 às 10:50
Será que não dá para bloquear as nossas imagens no hi5 de forma a que as pessoas não as possam tirar e guarda-las nos seus computadores????


De Dadus a 31 de Janeiro de 2008 às 00:16
não dá mesmo... :(


De sergiohumilde a 2 de Fevereiro de 2008 às 14:19
dar dá mas á sempre a opção de fazer(ctrl+prtscrn) vai a net e tens programas gratuitos para isso mas le sepre o ke dizem acerca dos programas,pois alguns podem ser spware.


De Joao a 3 de Fevereiro de 2008 às 18:45
Por muito código que se ponha nos sites para evitar o "roubo" de imagens (e outras informações) é sempre possível ir lá "pela porta do cavalo". Mesmo que tenha código para tal, há programas e técnicas de "contra-programação", mas há um método 99,99% eficiente e simples de copiar imagens na Net: Enquadra a imagem no monitor e prime a tecla PrtScn no teclado. Isso captura o que está no ecrã a não ser que imagem esteja numa layer separada. Neste caso é preciso um dos tais programas ou outros métodos relativamente simples. Não sendo preciso sair da Internet, vai ao Paint do Windows, vai a Editar e depois a Copiar. E... voilá! Tens a imagem. É só cortá-la e depois gravar!
Há um pequeno detalhe de que nos esquecemos: Quando a internet saiu do armário militar e se tornou público a ideia era de que o seu conteúdo fosse livre (a única restrição sendo que se devia indicar a fonte no caso de usarmos a informação nos nossos site, etc). Eu sou 100% a favor desta ideia pioneira, e acho que quem não quer ser pirateado... então não deve pôr informação sensível na Net!


De Dadus a 3 de Fevereiro de 2008 às 20:22
tb acho. devemos estar sempre com uma coisa presente: ponho na net apenas aquilo que não pode ser aproveitado para me prejudicar. e mesmo assim... ;)


Comenta este post

bandeirinhas

todas as tags

ANO NOVO

via verrrrrrrrde

...

terceiro lugar do meu con...

segundo prémio!

Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Pesquisa neste blog

 

Gaveta dos posts

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008